Especialistas da U-M disponíveis para discutir a visita do Papa à América Latina

julho 7, 2015
Contact: umichnews@umich.edu

Especialistas para Consulta

Papa Francisco está na América Latina esta semana para uma visita ao Equador, Bolívia e Paraguai. Esta é a segunda viagem do Papa à América Latina, depois de ter cumprido o compromisso de Papa Bento ao participar da Jornada Mundial da Juventude no Brasil, em julho de 2013.

Especialistas da Universidade de Michigan estão disponíveis para discutir sua visita, bem como a importância para a América Latina e a Igreja Católica.

Brian Porter-Szücs, professor de História da U-M, e especialista em catolicismo romano.

“Bento estava preocupado com clareza, queria que a igreja tivesse uma mensagem que era inquestionável e rigorosa mesmo que isso significasse a igreja ficar ‘menor.’ Ele era um teólogo. O Papa Francisco é mais um pastor. Esta abordagem vai ser útil na América Latina, onde a igreja tem perdido fiéis para as igrejas protestantes.”

“Sua influência entre os não-católicos é ainda mais poderosa. Agora ele é o papa favorito de todos os não-católicos porque ele está discutindo questões que transcendem denominações.”

Contato: 1 734-330-2626 ou baporterumich.edu.


 

Daniel Ramirez, professor assistente de História e Cultura Americana, é especialista em história religiosa e cultura da América Latina. É fluente em espanhol e inglês.

“Em geral, as Américas representam o baluarte global para o catolicismo romano, e este baluarte está mostrando sinais de grave deslizamento. O que os números nacionais não mostram é a tendência mais grave: os indígenas das Américas estão abandonando a religião católica em uma taxa mais elevada, principalmente ao se converterem à igreja evangélica e outros grupos não católicos,” ele disse. “Como são países periféricos, o Equador, a Bolívia e o Paraguai representam esta advocacia papal para os economicamente desfavorecidos e vulneráveis. E os teólogos da libertação e outros vão analisar cada sermão e instrução com abordagem reconciliatória do papa Francisco.”

Contato Ramirez: 1 209-406-8684 ou dramireumich.edu.


 

Daniel Levine, professor emérito de Ciências Políticas da U-M, e professor de Ciências Políticas na Pontifícia Universidade Católica do Peru. É fluente em espanhol e inglês. Publicou amplamente sobre questões de religião, política e democratização na América Latina.

“A visita do Papa Francisco ao Equador, Bolívia e Paraguai é oportuna, particularmente devido à sua recente encíclica sobre o meio ambiente. As questões ambientais, especialmente sobre o impacto da mineração dos ecossistemas, agricultura, acesso à terra e à água, têm sido pontos de destaque e de grandes discussões nos últimos anos em toda a região Andina. A encíclica papal ressalta a relação entre questões ecológicas e desigualdade, um link evidente na Cordilheira dos Andes, onde uma grande parte da população é de origem indígena, pobre e rural e continua a experimentar múltiplas formas de discriminação.”

Entre em contato com Levine: 734-657-4996, dhldylanumich.edu.