Uma visão global da Odontologia

Melhorando os cuidados com a saúde bucal: estudantes de odontologia da U-M aprendem sobre anomalias craniofaciais em experiência internacional imersiva no Brasil

novembro 20, 2018
Contact: Fernanda Pires fpires@umich.edu

Os alunos da U-M visitam o campus de Bauru, da Universidade de São Paulo. Foto: Denise GuimarãesBauru, Brasil—Arthur chega para mais uma consulta e senta rapidamente na cadeira odontológica, uma conhecida de longa data. Durante o check up, a dentista brinca e faz suspense. Mas logo, o sorriso dela denuncia: o pequeno paciente continua sem nenhuma cárie, algo bastante raro para quem nasceu prematuro, com fissura labiopalatina extensa e precisava ganhar peso rápido.

A equipe pediátrica do Centrinho, o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, parabeniza o pequeno Arthur, que comemora com a mãe e com os estudantes da Universidade de Michigan, que visitam o centro de referência.

“Ele nasceu com 6 meses e meio. Tinha 32 cm e 500 gramas. Então para ganhar peso, acabou ingerindo muitas calorias e açúcar,” disse a mãe Maria da Conceição Rocha. “Mas nunca descuidei dos dentinhos dele.”

Com 50 anos de fundação, o Centrinho, da Universidade de São Paulo (USP) é considerado centro de referência mundial no tratamento das anomalias craniofaciais congênitas, principalmente a fissura labiopalatina (FLP), ou seja aberturas na região do lábio e/ou palato. No Brasil, uma a cada 650 crianças nasce com fissura labiopalatina. Mundialmente, uma a cada mil crianças.

Ampliar as oportunidades educacionais e visão da odontologia mundial é o objetivo do programa Global Initiatives, da U-M, que desde 2012, envia os estudantes da Faculdade de Odontologia para países selecionados para trabalhar, treinar e aprender com dentistas, médicos e pacientes locais.

“Queremos melhorar a saúde bucal global e promover a igualdade por meio de pesquisa, educação e serviços,” disse Cristiane Squarize, professora do Departamento de Periodontia e Medicina Oral e uma das coordenadoras do programa. “Esta parceria é muito importante porque se trata de um intercâmbio entre faculdades de odontologia de prestígio internacional, a Faculdade de Odontologia da UM e a FOB-USP.”

 

Para ler a matéria completa, clique: http://myumi.ch/LBEg7