Mudanças na população dos Estados Unidos vão acontecer mais cedo do que o esperado

março 13, 2013
Contact: umichnews@umich.edu

Um grupo diverso de americanos. (banco)ANN ARBOR—Uma grande mudança cultural e geográfica está surgindo entre os americanos com idade abaixo dos 35 anos e acima dos 50, segundo o demógrafo da Universidade de Michigan, William Frey.

“Mais de 70 por cento da “geração baby boomers” de hoje e dos idosos são brancos, e cresceram durante um tempo quando a população minoritária era relativamente pequena e se compunha basicamente de afro-americanos,” diz Frey, pesquisador do Instituto de Pesquisa Social (ISR) da U-M e da Instituição Brookings. “Em contraste, 40 por cento daqueles com idade abaixo dos 35 anos pertencem aos grupos minoritários. Eles cresceram durante um período quando a mistura racial é regra nas escolas, no trabalho, nas ocasiões sociais e casas de oração.”

O resultado dessas diferenças nas atitudes sociais e políticas aumentarão as tensões econômicas e culturais nas comunidades da nação, diz Frey, com algumas áreas afetadas mais cedo e mais fortemente do que em outras.

Frey vai apresentar suas projeções no dia 19 de março em uma reunião da Sociedade 2030, um consórcio inovador que une pesquisadores da U-M e líderes corporativos para se prepararem para as mudanças na estrutura etária da sociedade e outras tendências demográficas.

Baseado nas análises dos dados do último Censo dos Estados Unidos, Frey fez as seguintes previsões:

  • Os Estados Unidos vai se tornar uma população majoritária-minoritária bem antes de 2043, ano no qual essa mudança era esperada.
  • Entretanto para aqueles com idade inferior a 18 anos, o ponto de virada chegará mais cedo – antes de 2018.
  • Os estados do Oeste e do Sul com crescimento rápido terão a população mais jovem e racialmente diversa, enquanto o Nordeste não-costeiro, o Meio-Oeste e partes do antigo Sul vão continuar sendo a casa de um grande número da população “baby boomers” e dos mais velhos.

“Rapidamente estamos nos tornando uma sociedade cada vez mais racialmente diversa, a começar com a nossa juventude,” informou Frey. “Da mesma forma que a geração pós-guerra de “baby boomers” influenciou todos os aspectos da nossa cultura conforme se movia em seu ciclo de vida, os jovens minoritários de hoje vão ajudar a moldar todos os aspectos da nossa vida nacional conforme eles se movem para a idade meia.”

“É vital para os políticos, para os líderes comunitários e em negócios, e para os responsáveis pelas diretrizes políticas prestar atenção a essas mudanças. As decisões sobre como incorporar esta geração na nova corrente americana têm implicações importantes para o futuro da nossa nação.”

Para mais informação sobre a Sociedade 2030, visite http://society2030.isr.umich.edu/